Notícias no site
Início    Outras notícias



“O Brasil merece isso”, declara ministro Marcos Pontes no lançamento da vacina brasileira RNA MCTI CIMATEC HDT em Salvador (BA)
Ministério da Ciência e Tecnologia-14/01/2022

A história da ciência brasileira ganhou um novo e importante capítulo nesta quinta-feira, dia 13 de janeiro de 2022. Os estudos clínicos da primeira vacina brasileira contra a Covid-19, a RNA MCTI CIMATEC HDT, foram iniciados com a aplicação da primeira dose em seres humanos em Salvador, na Bahia. A cerimônia contou com a presença da comunidade científica, autoridades locais e federais, do Congresso Nacional e ministros de Estado do Governo Federal. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, classificou o evento como histórico. “É imprescindível que o Brasil tenha soberania, que ele tenha autossuficiência no desenvolvimento de tecnologias, de insumos farmacêuticos e distribuição de vacinas nacionais e que a gente possa através disso também ajudar os nossos países vizinhos e outros países”.

O imunizante com tecnologia de RNA mensageiro foi aplicado em um voluntário escolhido pelos pesquisadores e que seguiu todos os critérios para participar deste momento histórico para o país. A RNA MCTI CIMATEC HDT é o primeiro imunizante com a tecnologia de replicon de RNA a ter uma fase de estudo clínico realizada em território nacional. O médico infectologista PhD em Imunologia e Doenças Infecciosas e brasileiro, Roberto Badaró, responsável pela pesquisa e pelo desenvolvimento da vacina, deu detalhes do processo. “O objetivo dos estudos clínicos para desenvolvimento de qualquer medicamento ou vacina, no início, é primeiro escolher a dose mais segura e o regime de doses capazes de estimular anticorpos neutralizantes contra o Sars-CoV-2”.

A vacina foi desenvolvida por pesquisadores do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (SENAI CIMATEC), em parceria com a empresa norte-americana, HDT Bio Corp, com a RedeVírus MCTI e com o financiamento do Governo Federal por meio do MCTI. O médico Steve Reed representante da empresa HCT Bio Corp agradeceu pelo apoio de todos os envolvidos na pesquisa e destacou a importância do imunizante para o mundo. “O HDT tem a missão de melhorar a saúde pública no mundo, desenvolvendo tecnologia que pode ser usada em várias partes do mundo, então temos parceiros em vários países, como Índia, China, Coreia do Sul e África do Sul”, afirmou o pesquisador norte-americano.

“Esse tipo de coisa que nos faz dizer que tudo vale a pena”, disse o presidente da Federação das Indústrias e Empresas da Bahia (FIEB) Ricardo Alban. O Governo Federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), operacionalizado pela empresa pública Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP/MCTI), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) investiu só em 2021 R$ 105 milhões em quatro vacinas brasileiras contra a Covid-19 em estudos clínicos - fase I e II. Ao todo, o MCTI investiu na produção de 15 vacinas brasileiras além da RNA MCTI CIMATEC HDT desenvolvida em parceria com a empresa dos Estados Unidos.


Categoria Ciência e Tecnologia