Notícias no site
Início    Outras notícias



Desenvolve SP investe R$ 70 milhões em obra do Novo Rio Pinheiros
Governo do Estado de S. Paulo-10/09/2020

O Desenvolve SP, instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, desembolsou o quarto e maior investimento para a execução de obras do programa Novo Rio Pinheiros. A empresa de engenharia Allonda, contratada pela SABESP, poderá contar com financiamento pelo banco estadual no valor de R$ 70 milhões para construção de infraestrutura de coleta de esgoto na bacia do Jaguaré e sua ligação às residências. As obras previstas neste contrato vão beneficiar mais de 58 mil famílias.

“Anunciamos hoje o maior desembolso já realizado na história do Desenvolve SP. Cumprindo nossa missão de apoiar o desenvolvimento econômico sustentável, vamos facilitar o financiamento desse projeto oferecendo taxas especiais às empresas por meio da linha de crédito Economia Verde, voltada ao apoio a iniciativas que beneficiam os paulistas preservando o meio ambiente”, destaca o Presidente do Desenvolve SP, Nelson de Souza.

A linha de crédito Economia Verde, operada pelo Desenvolve SP, apoia exclusivamente projetos sustentáveis que promovem o desenvolvimento socioambiental. Serão repassados inicialmente R$ 40 milhões, e o restante deve ser disponibilizado em até 90 dias. O Desenvolve SP vai oferecer taxas especiais para os financiamentos de projetos do programa Novo Rio Pinheiros.

A Allonda apresentou a melhor proposta em dois dos 16 editais para contratação de obras de saneamento no âmbito do programa de despoluição do rio, para execução nas bacias do Jaguaré e Cordeiro, onde mais de 100 mil imóveis serão ligados à rede coletora de esgoto (58.392 e 45.424, respectivamente).

“Já iniciamos os trabalhos e estamos orgulhosos de fazer parte de um projeto que, além de beneficiar diretamente três milhões de pessoas, trará enormes ganhos sociais e ambientais para toda a população do estado”, diz Leo Cesar Melo, CEO da Allonda.

Além deste contrato, o Desenvolve SP negocia com o IFC, braço de investimentos para o setor privado do Banco Mundial, uma captação de US$ 75 milhões para financiar outras operações de crédito do Programa para a revitalização da área.