Notícias no site
Início    Outras notícias



Agências de viagens terão que se readaptar para voltar às atividades
Sebrae-08/09/2020

O turismo foi um dos setores mais afetados pela crise provocada pelo novo coronavírus, que afetou seriamente a economia do país. Nesse contexto, as agências de viagens precisarão adotar novos parâmetros de funcionamento para se adaptarem a uma realidade ainda marcada pelos cuidados para evitar a transmissão da doença.

Considerando os dispositivos regulatórios vigentes e documentos referenciais, o Sebrae elaborou, em parceria com a Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV), orientações e recomendações práticas importantes para os pequenos negócios que atuam na área. O protocolo aborda principalmente questões de segurança e saúde de trabalhadores, gestores e dos clientes.

A primeira recomendação do documento é para que as agências estejam atentas aos protocolos de funcionamento preconizados pelos gestores públicos de suas cidades. Outra recomendação é para que os empreendedores busquem informações sobre os protocolos de seus fornecedores (companhias aéreas, hotéis, empresas de cruzeiros, aeroportos, parques, entre outros) e a adoção dos protocolos específicos de serviço de transporte - se a agência oferecer este serviço.

Na atividade turística, todos desempenham um papel importante em relação à segurança e a saúde, tanto os empreendimentos que recebem quanto o turista que visita o destino.

Local de Trabalho

No local de trabalho exija de clientes e funcionários a lavagem das mãos com água e sabão ou o álcool em gel 70%. A mesma medida deve ser adotada em relação à objetos utilizados ou tocados com maior frequência, como maçanetas, máquinas de pagamento, corrimãos, entre outros. O protocolo do Sebrae lembra que é necessário manter a regra de distância entre os clientes e funcionários.

Informe aos clientes que o estabelecimento é comprometido com as boas práticas em saúde, para que eles se sintam seguros. Nesse sentido, o treinamento da equipe também é fundamental. Eles devem estar aptos a dar todas as informações necessárias, que trarão tranquilidade aos clientes.

A agência pode, conforme recomenda o protocolo do Sebrae, instalar barreiras de vidro ou acrílico nas áreas de atendimento para ampliar ainda mais a distância e evitar o contato entre o funcionário e cliente. É importante também expor placas de sinalização com orientações, além de usar outros canais de comunicação da empresa.